Como as Construtechs irão inovar a construção civil em 2019?

Sustentabilidade e sem canteiro de obras
3 de junho de 2019

Seu cliente pede um projeto de construção de um prédio de 7 andares. Você, com uma excelente equipe, estipula um prazo de 11 meses para a entrega. Porém, o cliente diz que um concorrente entrega toda a construção pronta em 11 semanas. Absurdo isso, não? Seu concorrente deve estar mentindo. Ou, pode ser que, se o seu concorrente trabalhar com alguma solução inovadora, ele realmente consiga levantar a obra nesse prazo.

Melhor ainda, faz o prédio com muito menos desperdício de material, sem intempéries, menos colaboradores e mais mão de obra qualificada e, de quebra, uma construção sustentável.

Quer saber como isso tudo é possível? Continue lendo esse artigo e saiba mais sobre a construção inteligente, também chamada de “construção do futuro”.

Quais as vantagens de uma Construtech?

O setor da construção civil no brasil, possui uma alta taxa de improdutividade e é justamente nesse ponto inicial que as Construtechs chegam para melhorar o trabalho. As Construtechs são startups que inserem tecnologia e inovação na construção civil e, apesar desse ser um ramo muito tradicionalista e conservador, essas startups estão causando uma mudança nas construções e oferecem muitas vantagens, pois permitem aos arquitetos e engenheiros:

  • ter um gerenciamento mais assertivo do cronograma físico-financeiro da obra;
  • não atrasar a obra;
  • garantir uma mão de obra mais qualificada para a obra;
  • conseguir uma obra com menos desperdício de materiais;
  • trabalhar com sustentabilidade;
  • entregar um projeto com qualidade de primeiro mundo.

Diversos tipos de soluções inteligentes para a construção, já são utilizados nos países de primeiro mundo, e agora estão se tornando mais comuns no Brasil. Esse nome, “Construtech”, vem derivado de “construção”, assim como existem as FinTechs, que são startups do mundo financeiro, ou as HealthTechs, que são da área da saúde.

construtechs: futuro da construção civil
Construtechs: o futuro da construção civil.

No universo das construções, já foram identificadas mais de 350 Construtechs no Brasil, ofertando soluções para vários tipos de problemas, depende do tipo de serviço que cada Construtech faz, cada uma atuando em um nicho de mercado.

Tem algumas que são focadas no gerenciamento de canteiros de obras, outras apenas na contratação para mão de obra qualificada; na compra e venda de imóveis; em maquetes interativas e modelos 3D; nas construções inteligentes; e mais outros tipos, mas o importante é que todas elas utilizam a tecnologia como base dos seus serviços.

Quais são as próximas tendências na construção civil?

Veja alguns exemplos do que teremos no Brasil em 2019 no ramo de construções:

  • Drones: muito utilizado em filmagens de shows, filmes, e eventos com muitas pessoas, esse aparelho, que mais parece um brinquedo, é excelente para capturar imagens aéreas do terreno, realizando, principalmente, o levantamento topográfico e também mostrando toda a área do canteiro de obras. Auxilia também na construção de modelos 3D dos edifícios, ofertando uma realidade aumentada.
  • Wearables: já são encontrados no Brasil em formatos de relógios, óculos, mas no universo da construção civil, poderão ser utilizados também nas vestimentas e capacetes dos colaboradores. São dispositivos que monitoram batimentos cardíacos e outros sinais vitais e emitem, em tempo real, para um computador.

Dessa forma, é possível identificar a quantidade exata de cada colaborador na obra, saber a localização precisa de onde está o trabalhador em caso de acidentes, além de emitir sinais de alerta em possíveis emergências. Também chamados de “tecnologia vestíveis”.

  • IOT (Internet of Things). Chamado no Brasil de “Internet das coisas”.  É um conjunto de objetos que ficam conectados entre si, e com o usuário, através da internet. Com isso, é possível ter dados completos análises em tempo real que avisam com antecedência se algum maquinário está prestes a estragar e precisa de manutenção, por exemplo. Com o IOT é possível trabalhar com mais precisão e segurança para as tomadas de decisões.
  • Construções Industrializadas. É possível criar imóveis dentro de ambientes fabris e depois transportá-los e montá-los no terreno, entregando a obra completamente pronta ao cliente. Isso mesmo, a obra passa a ser “apenas” uma montagem. Os módulos são construídos fora do canteiro de obras, dentro de um parque fabril, com maior controle da equipe, de forma sustentável, com menos desperdício, e depois são levados para o terreno (pode ser até em outra cidade) e a montagem é feita em poucos dias.

Para saber mais sobre as construções industrializadas modulares, continue acompanhando o Blog da Brasil ao Cubo, pois é nisso que somos especializados.

Onde fica o tradicionalismo em meio a essas tendências?

Tudo o que é novo gera medo. Medo de não dar certo, de perder clientes. “Será que isso realmente vai funcionar?”. “Precisa mesmo mudar? Está dando certo do jeito que trabalho.” Mas a tecnologia já está em nosso mundo e não tem como ser ignorada no meio da construção civil também. O tradicionalismo foi um fator que atrasou a construção civil por receio de implementar as novas tecnologias que foram aparecendo.

Você já usou UBER alguma vez? Na primeira vez que usou ficou com receio de ser algo perigoso, de entrar no carro de um estranho? Lidar com inovação gera receio e desconfiança, mas só até as pessoas se acostumarem com a mudança e passarem a implementar aquilo no dia a dia, se tornando algo normal.

As Construtechs possuem uma caraterística fundamental de uma startup: coragem para encarar algo novo! Elas investem em algo sem ter 100% de certeza, e se aventuram, indo na frente da concorrência. Claro que elas avaliam uma real necessidade de mercado, analisam como podem ter um negócio rentável e, de quebra, facilitam o trabalho de milhares de pessoas, solucionando problemas que as pessoas ainda nem sabiam que tinham.

E você? Como está em relação aos seus concorrentes? Busque as soluções inovadoras das construtechs para aprimorar seu negócio e entregar melhores resultados aos seus clientes. Se ficou com alguma dúvida sobre a construção industrializada, fale com um de nossos executivos Br3.

Esse artigo foi útil para você? Compartilhe em suas redes sociais e diga aos seus amigos o que pensa dessas tendências para esse novo ano.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *